Playa del Carmen, o posto escolhido na Riviera Maia


Um dos lugares mais visitados por brasileiros no México é Cancún. Ok, é de fato um paraíso em termos de praias com águas azuis e cristalinas. Mas se você já pesquisou um pouco mais a respeito pode ter ficado em dúvida de sobre onde ficar na Riviera Maia: Cancún, Playa del Carmen ou Tulum?

Vamos entender:

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

Cancún é basicamente uma cidade com resorts, spas, centros comerciais, restaurantes internacionais e shoppings. Tem praias de águas incríveis e a melhor maneira para você se locomover ali é de carro. Se esse e o seu estilo, dê uma lida nas  10 dicas de onde ficar em Cancún!

Playa del Carmen é mais democrática e aconchegante. Construções menores, praia mais extensa ( e menos cristalina) e uma rua de pedestres ótima para caminhar, fazer compras, fechar passeios e comer em lugares mais baratos.

Tulum, ouso dizer, é uma espécie de Trancoso mexicana. Menorzinha, cheia de pessoas alternativas, muitos jovens e com um clima bem descontraído.

 

Na minha ida até lá acabei me hospedando na Playa del Carmen, e, honestamente, achei a melhor escolha! Ela está localizada entre Cancún e Tulum, então é uma ótima opção para visitar esses dois lugares, além de outras praias (menos famosas) e cenotes ao redor que podem e devem ser incluídas no roteiro. Aí fica a teu critério.

Ponto importante: Alugue um carro – site. Para se locomover entre uma praia e outra e, principalmente entre as cidades, estar de carro facilitará demais sua vida. Sim, há outras opções, fique tranquilo. Mas digo pro experiencia própria que você ficará muito mais a vontade.

Dica 2: Se alugar um carro, fique atento ao controle de velocidade. Ali você paga multa mesmo ou é pego por policiais e terá que morrer.. digamos, em alguns dólares.

Dica 3: Contrate sempre um seguro viagem/saúde para suas viagens, principalmente internacionais. Faço uso de seguradora Seguros Promo, que te dá 5% de desconto ao utilizar o cupom LEVENAVIAGEM5. 

Dica 4: Precisando ou desejando internet móvel ilimitada em viagens internacionais, a Easysim4u fornece um chip reconhecido internacionalmente que te dá cobertura 4G e uso ilimitado durante toda a viagem. É só comprar, inserir no aparelho quando chegar ao seu destino e pronto! Internet à vontade.

Quantos dias ficar em Playa del Carmen

Eu fiquei 5 dias nessa região. Foi suficiente? Foi… Assim, eu ficaria mais. Mas pude conhecer o que mais queria até porque a grana não estava sobrando, pois já tinha passado uma semana da Cidade do México. O ideal seria 7 dias, porque aí você conhece tudo com calma e amplia seu roteiro na Riviera Maia.

 

Onde ficar em Playa del Carmen

Eu fiquei hospedada no Hotel Playlingua del Carmen pela localização. É uma escola de línguas que também é hotel. Não sei se de fato recomendo ele, principalmente porque o café da manhã deixou muito a desejar. Então, minha sugestão é que procurem com calma. Chegando lá vimos que a concentração de hotéis e pousadas nessa região é grande, então tem para todos os gostos e bolsos. Vale uma procurada no Booking.com! Fazendo a reserva por esse link você não paga nada a mais, mas contribui com o blog!
Prefira perto da praia ou da movimentada Quinta Avenida. Mas se você preferir ficar em um hotel all inclusive, dizem que os de Cancún vale muito mais a pena…

 



Booking.com

 

Cancún

Separe um dia para dar uma volta e conhecer as praias lindíssimas de lá, que estão a 68 km da Playa del Carmen. Quando fui, o dia estava um pouco nublado mas mesmo assim a cor da água era inacreditável. Não me aguentei e dei um mergulho na Playa Delfines, umas das maiores e mais famosas de lá.

Depois conheci a Playa Las Perlas, sem ondas e menorzinha, ótima para quem gosta de mar tranquilo ou para quem está com crianças.


Se você está procurando mais informações de Cancún, infelizmente não vou poder te dar, porque o meu interesse por ali foi literalmente essas duas praias. Todo o resto não me fez ficar por ali, diante de tantas outras opções pela Riviera Maia. Porque? Porque prefiro praias mais vazias, menos hotéis e grandes construções, movimentação de grana, badalação e coisas caras. Foi a impressão que tive. Mas como gosto é gosto…. Sei que tem gente que AMA lá.

 

Playa del Carmen

A cidadezinha é pequena, uma parte mais de residências locais e outra mais turística e movimentada, perto da praia. A praia é extensa e alguns pontos com uma cor tão linda quanto a vizinha Cancún. Mas honestamente, todos os dias que passei por ali achei ela muito cheia. Mas aí junta alguns fatores: sol e dias quentes, faixa de areia pequena, alta temporada. Então era querer demais mesmo que ela estivesse ali só pra mim. Mas eu queria… rsrs

Mas é uma praia gostosa, cheia de jovens, esportes na areia, música e vários quiosques prontos para fechar seu passeio até a Isla de las Mujeres. Na Quinta Avenida, paralela à praia, você encontra bares interessantes para uma cerveja gelada, bons restaurantes, lojas e arte pela rua que só passa pedestre. Mesmo que você passe dias caminhando por ali, parece que sempre tem algo a mais pra conhecer ou degustar. Aliás, recomendo o  El Diez e La Bodeguita del Medio. Vá de olhos fechados e pça uma margarita no primeiro e um daikiri no segundo 😉

Tulum

Tulum está a 62 km da Playa del Carmen, ou seja, a 128 de Cancún. É daquelas cidades que mistura história com beleza natural paradisíaca, sabe? A praia mais famosa e maior da cidadezinha é a Playa Maya com um azul inacreditável e poucas ondas.

É movimentada mas não estava lotada (fui em dezembro) e para mim a melhor região para ficar na praia é depois do km 5. Logo atrás está a Ruína Maia de Tulum, na verdade parte dela. É linda, bem acessível e explicativa e ainda conta com uma vista incrível das águas azuis. É preferível chegar cedo para evitar o sol rachando na cabeça e a quantidade de turistas ao longo do dia.

 

 

Nessa região tem também as ruínas de Cobá e Chichén Itzá, mas como não era possível encaixar nos meus dias por lá, não cheguei a conhecer. Mas se você tiver tempo, dizem que é um passeio obrigatório.

A vida noturna em Tulum é mais parada, não espere grandes coisas por lá. Aliás, quando for sair para comer a noite, não deixe para ir muito tarde pois corre o risco de pegar apenas alguns bares e poucos restaurantes abertos. O ideal é ir até as 21 horas.

 

Redondezas e Surpresas

Acho que minhas grandes descobertas foram nas redondezas de Tulum e Playa del Carmen.

 

Isla Contoy e Isla de las Mujeres

O grande achado dessa viagem para mim foi essa ilha. Se você quer muito visitar a famosa Isla Mujeres é porque não ouviu falar ainda da Contoy. E mais, nesse passeio a das Mulheres está inclusa, apesar de uma visita rápida, mas não chega aos pés da primeira. Olha o visual da ilha Contoy quando ainda estamos no barco!!!!!

Bom, a Isla Contoy é uma ilha inabitada e uma reserva natural preservada pela Unesco. Conhecida como a ilha dos pássaros, tem diversas espécies espalhadas por toda a mata da ilha e que voam em uma quantidade quase surreal pela praia de água absolutamente cristalina. O espaço de areia é pequeno, mas como a visita permitida diária é de apenas 200 pessoas, o lugar ficar reservado e permanece paradisíaco sem multidões de turistas.

O almoço está incluído e são peixes frescos simplesmente deliciosos! A grande sacada é sair um pouco da praia e caminhar pela trilhas e pontos altos da ilha, de onde você pode ter uma experiência única com as centenas de pássaros voando em cima de você.

 

A ida até lá dura cerca de 1 horas e pouco e tem um visual lindo. Saindo de Contoy, passamos pela Isla de las Mujeres, já bem movimentada, muitos restaurantes, praias lotadas e barraquinhas com artesanatos locais. Não tivemos tempo para desbravar a ilha, mas depois de sair de um paraíso como a Contoy, honestamente a Isla de las Mujeres estava meio “farofada” sabe, e não curti aquela badalação toda.

Dica: Se for fazer esse passeio, leve repelente!

 

Grand Cenote

Nessa região Cenote é o que não falta. São pequenas grutas com uma água completamente cristalina e ótima visibilidade. Escolhi o Grand Cenote perto de Tulum para ir bem cedo e tentar pegá-lo o mais vazio possível. Foi uma ótima escolha, apesar da água um pouco gelada. Impressionante como você enxerga tudo ali, alugando um snorkel no mesmo local. Além de vários peixes, tartarugas  que alimentamos com uma ração especial e ficam em cima de você sem o menor problema. É uma experiencia bem bacana e por ali tem cenotes mais caros, mais baratos, maiores, menores, longe, perto. É dar uma pesquisada e ver qual se encaixa mais no seu roteiro. 😉

 

 

Playa Paamul

Praia linda que descobrimos a 15 km da Playa del Carmen. Pequenininha, mais reservada e de águas cristalinas, é ótimo pra fugir dos lugares mais cheio e curtir uma praia linda com tranquilidade.

O melhor de tudo é que ainda consegue alugar snorkel e pés de pato para mergulhas perto dos corais e aproveitar o restaurante Kalu que é de um brasileiro nato!. Comida deliciosa, boa música e cerveja gelada!

Tão gostoso tudo ali que passei dois dias nessa praia e ainda voltaria se tivesse mais tempo!

 

 

Resumindo, Riviera Maia é mesmo um lugar incrível pra você conhecer.

Se quiser mais dicas, recomendo muito o post da Vivi na Viagem!

Coloque nos seus planos e vá Leve na Viagem!

Se quiser mais dicas de roteiro, chega aqui e faça o seu!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça agora o seu Seguro Viagem e vá tranquil@!

 

 


*Confira mais destinos no México*


*Fique por dentro!*

Curta o Facebook e siga no Instagram! 😉

MÉXICOVIAGEM INTERNACIONAL
Comentários (5)
Adicionar Comentário
  • Anyslecy

    Bravo, c’est l’idГ©e simplement magnifique

  • NADIA DANIELA

    adorei as dicas, querida!! Vou ficar em Playa Del Carmen!

  • Ricardo Rondan

    Boa tarde gente, tudo bem!
    somente gostaria de deixar uma dica.
    Qual é o documento para ingressar ao Peru?
    Os brasileiros podem ingressar ao Peru com o Documento de Identidade (RG) original com até 10 anos de emissão e em boas condições de conservação. Também podem com o Passaporte cuja validade seja de até 6 meses a data da viagem.
    Para maiores informações sugerimos visitar a pagina do Consulado Peruano no Brasil, já que existe um acordo entre vários países da América do Sul (Mercosul) para que a carteira de identidade local seja o documento acreditado de um país para o outro.
    http://blog.viagensmachupicchu.com.br/

    • Luisa Galiza

      Ricardo, obrigada pela dicas! Sempre bem vindo. 🙂