Roteiro Itália: saiba o que fazer no inverno ou no verão!


Seja para relaxar do estresse do trabalho, conhecer novos lugares ou se aventurar, viajar é sempre incrível. Alguns especialistas até chegam a dizer que o ato de viajar é terapêutico, podendo servir como uma experiência de autoconhecimento para aqueles que a procuram. Eu sempre falo sobre esse tema, especialmente quando a experiência é em trilha. E é claro que uma viagem para a Itália não seria diferente. Seja no inverno ou verão, o importante é conseguir aproveitar ao máximo. Por isso, preparei esse roteiro Itália: para você saber exatamente o que fazer nesse país incrível nessas duas estações do ano. Então vem comigo e boa leitura!

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

 

Itália: terra da pizza e de muitas belezas

É quase impossível não associar a imagem da Itália a esse prato delicioso originado por lá. Além da riqueza na culinária para aqueles que são completamente apaixonados pela massa, a Itália tem muito a nos oferecer.

O país possui cerca de 60,8 milhões de habitantes, figurando entre os 5 países mais populosos da Europa. Sua capital, Roma, foi, por muitos séculos, um centro político e religioso da civilização ocidental, pois estava no centro do Império Romano. Após alguns incidentes nas guerras, a Itália acabou por sofrer muitas invasões de povos estrangeiros. Desse modo, obviamente, aconteceram impactos sobre a cultura e modo de viver do país. Mas nada suficiente para apagar o autêntico jeitinho italiano! 

Anos depois, recuperado dos trágicos acidentes que se sucediam, o país acabou por virar o berço do Renascimento, um dos maiores movimentos intelectuais da história, sendo fundamental para a formação e influência de diversas correntes de pensamentos, não somente europeus, como também mundiais.

Qual a melhor época para fazer um roteiro na Itália?

O melhor período para arrumar as malas e colocar o pé na Itália é entre junho e setembro, principalmente se o seu objetivo é aproveitar o verão. No entanto, como falei ao longo deste artigo, o país pode ser visitado tanto no verão quanto no inverno, basta adaptar o roteiro para usufruir o melhor de cada estação. 

Roteiro Itália no inverno

Mesmo no inverno, viagens são sempre bem-vindas e a Itália também é uma opção sensacional! É isso que vou te mostrar!

Embora isso pareça algo bastante peculiar, o inverno na Itália pode ser bastante diferente em suas regiões. Durando de dezembro a março, no norte o inverno ocorre de uma maneira, enquanto no centro e no sul as coisas podem ser bem diferentes. 

Na região norte do país, podemos nos deparar com um inverno muito rigoroso, visto que suas temperaturas são as mais baixas. Ao chegar no final do outono, a região já começa a esfriar bastante e pode chegar até a nevar. Lá a estação é tão rigorosa que as principais estações de esqui estão nessa região.

No centro, as temperaturas já não chegam a ser tão baixas. O frio ainda está ali, mas a tranquilidade reina mesmo com uma baixa sensação térmica. Embora o clima seja outro, é possível afirmar que neva bastante nessa região devido aos longos anos de inverno rigoroso.

Já no sul, as temperaturas são mais elevadas, o que significa que, durante o inverno, é normal que o clima seja ameno. Mesmo com uma sensação diferente, não fique desanimado, pois ainda é possível ver neve em algumas regiões.

Mas afinal, para onde ir no inverno italiano?

Uma das primeiras dicas que podem ser dadas nesse roteiro Itália para curtir o inverno é: visite os vilarejos! Dotados de uma arquitetura medieval encantadora, estão sempre muito ligados à cultura local, às cores e aos sabores, com aspectos que contarão diversas histórias a seu respeito. Além de tantas vantagens, será possível dar de cara com o folclore popular e com as festas tradicionais. Os principais vilarejos a serem visitados no inverno são Gerace (Calábria) e Orgosolo (Sardenha).

A segunda dica pode parecer um pouco louca, mas visitar o mar durante o inverno é uma opção considerável e que trará grandes sensações. Nesse período, é possível conhecer grutas não exploradas, ilhotas, penhascos e praias pitorescas. A experiência será totalmente inovadora e trará novas reações devido à camada de neve que geralmente se forma em algumas regiões.

Algumas praias para serem visitadas no inverno:

  • Calábria;
  • Sardenha;
  • Ligúria;
  • Salento;
  • Palau.

A terceira dica é: vá a feiras e festivais. Muito conhecidas pelos visitantes e moradores das regiões, essas atrações são um sucesso garantido para aqueles que gostam de conhecer as novidades e tirar belas fotos para se recordar no futuro. A Itália é muito rica em sua cultura, então, de fato, é um programa que vale a pena.

O Festività dell’Avvento (Tirol do Sul) e o Mercato dei Sapori Pur Sudtirol (Merano e Brunico) são os principais festivais que devem fazer parte do seu roteiro. 

 

Roteiro Itália no verão

Para aqueles que gostam de um clima mais quente, o verão é o período ideal para viajar, trazendo aquele calorzinho delicioso, possibilitando idas à praia e a degustação de gelattos inesquecíveis. O verão na Itália vai de junho a setembro.

Por isso, trouxe aqui uma pequena lista de lugares para visitar durante o verão italiano. Vamos lá!

Cinque Terre

Sendo uma região montanhosa localizada na Ligúria, o local é composto por cinco cidades, podendo ser visitadas diariamente, complementando o roteiro. Uma boa dica para a visitação desse local é conhecer tudo a pé, visto que a experiência fica mais intensa e possibilita conhecer as belezas do local. E, claro, registrar a famosa paisagem repleta de casinhas coloridas amontoadas à beira-mar. 

Tem várias opções do que fazer por lá, veja mais no site que indico da Civitatis.

Na Itália você tem muitas hospedagens. Caso queira economizar, aposte nos diversos apartamentos disponíveis. O Microcosmo La Spezia é muito bem avaliado e belíssimo. Caso opte por apartamentos, deverá se organizar melhor quanto à alimentação. No entanto, se prefere o conforto de um hotel, o L’Opera Rooms & Suite é a melhor opção, servindo um delicioso café da manhã incluso na estadia. Além disso, fica bem próximo de restaurantes e mercados, estando a 5 minutos de caminhada de uma estação de trem. 

Sicília

Durante o verão, a Sicília é bastante procurada, visto que é uma ilha localizada perto da ponta da Bota. O local é ótimo para equilibrar o corpo e a mente, além de nos possibilitar conhecer o vulcão Etna. Lá, é possível alugar carros, o que facilita a viagem, tendo em vista a extensão de seu território.

A Sicília tem praias muito bonitas e uma arquitetura bastante peculiar. Para aqueles que gostam de conhecer a história dos locais que visitam, a Sicília terá muitas coisas que incrementarão o seu roteiro.

Olha o tanto de opções do que fazer em Sicília:

Minhas sugestões de hospedagem na Sicília são:

Monterosso

A praia de Monterosso é ideal para deixar o calor de lado e curtir um pouco da água geladinha do mar. Além disso, é possível fazer caminhadas entre a estação de trem e a praia, visto que o trajeto não é muito longo.

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

Como não é considerada uma praia “libera” (praias com acesso livre), você terá que pagar para permanecer em suas intermediações.

Seguem mais dicas do que fazer por lá e como adquirir seus tickets sem fila:

Para se hospedar por lá, indico:

Guvano

A praia de Guvano é mais indicada para aqueles que gostam de novidades e de aproveitar uma praia de nudismo, principalmente por ela ser bastante procurada por esse motivo.

É uma praia mais reservada, onde se pode ter acesso por meio de uma trilha que leva por volta de 20 minutos a partir de Corniglia, uma das cidades de Cinque Terre. Além disso, é possível passar por ela em um cruzeiro por Cinque Terre.

Roteiro Itália de trem

Para aqueles que adoram viajar de trem e ainda conhecer inúmeros lugares sem precisar trocar de meio de transporte, recomendo o sistema ferroviário da Itália.

Para os amantes de aventuras e que anseiam saber um pouco mais sobre o país no qual estão viajando, separei, nesse roteiro Itália, alguns pontos que podem ser visitados de trem.

Pisa

Ao decidir visitar Pisa de trem, você pode escolher a opção “bate e volta”, ou seja, ir e voltar no mesmo dia. A duração da viagem é de cerca de uma hora e dez minutos entre Florença e a cidade.

Ao se aproximar, é possível ver a tão famosa Torre de Pisa, uma verdadeira obra-prima erguida em mármore branco com detalhes de tirar o fôlego. Por isso, aproveite esse momento para tirar muitas fotos. Além dessa atração, também é possível aproveitar a catedral, o batistério e os museus.

Aqui você consegue uma visita guiada à Catedral e à Praça dos Milagres e tudo mais o que quiser fazer por lá, você acha no site que indico: https://www.civitatis.com/pt/pisa

Veneza

É possível visitar Veneza, a cidade tão conhecida pelos românticos e divulgada pelos filmes. Lá você poderá conhecer o Centro Histórico onde se encontram os principais pontos turísticos, incluindo seus museus. As opções são: Museo di Palazzo Mocenigo, Museu Histórico Naval e o Palazzo Ducal.

Aqui você confere a possibilidade de um tour incrível por Veneza.

Florença

Entre Veneza e Florença são 2 horas de trem. Na cidade existe um museu fantástico chamado Galleria degli Uffizi, onde as obras de Botticelli estão perfeitamente encaixadas. Caso goste muito de arte, é possível, também, conhecer a Galleria dell’Accademia, onde a famosa escultura David, feita por Michelangelo, está alocada.

Além das atrações culturais, também é possível conhecer a Catedral Santa Maria del Fiore, a Ponte Vecchio e os jardins Boboli.

Aqui você pode encontrar um ótimo pacote para conhecer a cidade entre tantas outras opções de ticktes antecipados.

Dicas da Itália: anote esses detalhes

Para aqueles que estão indo para a Itália e precisam de alguns conselhos, deixei a seguir algumas dicas muito importantes que precisam ser conhecidas antes de arrumar as malas e embarcar.

Compre ingressos com antecedência

Caso o seu objetivo seja visitar determinados pontos turísticos, é sempre interessante verificar se há ingressos on-line disponíveis, pois as filas são enormes e podem tirar a sua paciência.

https://www.civitatis.com/pt/italia

Vistos e passaportes

Antes de mais nada, verifique se todos os seus documentos estão corretos. Embora a Itália não necessite de visto para brasileiros que irão passar até 90 dias no local, é importante verificar a validade mínima de seis meses do seu passaporte.

Seguro viagem na Itália

Como sempre falo aqui, Independente do país para o qual você vá viajar, é imprescindível que tenha um seguro viagem para prevenir acidentes e ter um amparo na hora do aperto. Por fazer parte do Tratado de Schengen, o seguro viagem para a Itália é obrigatório.

Internet na Itália

Para os que não podem deixar de se comunicar e postar atualizações nas redes sociais, é mais do que necessário que se tenha um chip internacional para ter acesso à internet e outros recursos.

A EASYSIM4U oferece um serviço completo, com planos de dados e voz para garantir uma viagem tranquila, sem perder a conexão com aqueles que você ama, além de garantir que as fotos da viagem serão compartilhadas rapidamente. 

 

Agora que você viu todas as informações para um excelente roteiro Itália, que tal pegar o caderninho e começar a planejar sua próxima partida? Tenho certeza que arrependimentos você não terá!


 

ItáliaVIAGEM INTERNACIONAL
Comentários (0)
Adicionar Comentário