Conhecendo um pouco de Maputo, capital de Moçambique


Antes chamada Lourenço Marques, a capital de Moçambique tem esse nome desde 1975, ano da sua independência. Isso mesmo, os portugueses estavam ali colonizando o país até pouco tempo.
A cidade está incluída nos roteiros, na maioria das vezes, como caminho para algumas praias paradisíacas como Tofo e Vilanculos. Não consegui  explorar muito a capital moçambicana, uma vez que, para mim, também foi uma cidade transitória. No entanto, no pouco tempo que estive lá, fiz questão de conhecer ao máximo o que ela oferece. Quero mostrar para vocês, e já convido quem conhece a cidade a compartilhar dicas nos comentários desse post!

 

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

O que você não pode deixar de conhecer na capital de Moçambique

Mercado Central

Onde está a realidade moçambicana. Lá, você encontrará de tudo e mais um pouco da cidade: frutas, comidas locais, peixes, artesanatos, os costumes, a vida, o comércio do povo…
Eu sou apaixonada por feiras e mercados centrais, então sou suspeita para falar; estando em Moçambique, então, não poderia deixar de visitar um lugar que sempre acaba sendo antropológico.

 

Experimentei algumas frutas típicas, como MassalahMapstiola e a Matapa, uma mistura de amendoim, camarão seco, coco e temperos. Uma delícia!!!! E ali também vi coisas que nunca tinha visto antes, como a venda de cabelos do mundo inteiro para perucas. O Emanuel que nos mostrou todos esses detalhes na cidade, é um querido. Nascido e criado na capital de Moçambique, fala com propriedade de tudo que mostra. É um entusiasta do turismo do seu país e me mostrou Maputo sob um olhar local que foi muito interessante.

Estação de Trem

Passamos pela feira local, por ruelas da cidade, avenida principal e pela estação de trem, que, aliás, é a terceira estação de trem mais bonita do mundo. Você sabia disso? Pois é…  nem eu! Lá também tem o museu da estação, que conta um pouco da história e é super agradável.

Bairro Mafalala

Passamos no bairro Mafalala, na periferia de Moçambique, que é super pobre mas tem um contexto interessante. Apesar de repleto de casas de madeira e zinco e esgoto às vezes à céu aberto, é berço de artistas, escritores, políticos moçambicanos e militantes da independência.

Macaneta

Ainda para sair do usual em Maputo, já que minha paixão é o lado B dos lugares, fui parar em Macaneta. Região da capital de Moçambique com praia deserta e para os que procuram cantinhos mais afastados da cidades. Fui até o lodge Nascer do Sol e fiz o passeio de cavalo pela praia da Macaneta. Uma experiência deliciosa e de uma paz que não esperava encontrar em Maputo. O passeio por hora custa 1000 meticais ,o que significa cerca de 65 reais e o local tem também hospedagem.

 

Onde se hospedar na capital de Moçambique

Para se hospedar em Maputo, indico o Liv Inn, que fica mais perto da praia e tem um atendimento super bacana, além de ser um charme. Raquel do @horanaestrada que escolheu e acho que foi bem assertiva. Se quiser mais opções, dê uma olha nos hotéis selecionados.

Easysim4u é uma operadora de internet no exterior internacionalmente reconhecida, parceira do blog, que oferece uma cobertura 4G de ótima qualidade e de forma ilimitada. Garata seu chip aqui

Quantos dias ficar

Emanuel disse que 5 dias dá para conhecer bastante. Ele também faz passeio a ilhas lindíssimas da região, mergulhos e passeio histórico. Como Maputo provavelmente será o seu ponto de chegada em Moçambique, depende de quanto tempo tem disponível para as demais cidades. Minha sugestão: 2 dias.

O guia Emanuel

ÁFRICAVIAGEM INTERNACIONAL
Comentários (0)
Adicionar Comentário