Comida típica, até onde vai sua curiosidade gastronômica?


Sempre que viajamos encontramos uma série de novidades ao longo da viagem. São cheiros, sabores, histórias, sensações, sentimentos…. E acho que isso é o que nos motiva a sempre viajar mais. A busca pelo novo, a procura de alguma completude longe de nós.
O novo, ao mesmo tempo que nos assusta, nos atrai. Comida típica causa mais ou menos isso: estranhamento e/ou curiosidade. 
Como eu amo falar de comidas (e experimentar!), não pude deixar de escrever esse post! 😉

Cada cidade e país tem sua comida típica, muitas vezes beeeem diferente da comida brasileira. Se aqui no Brasil cada cidade e região já tem suas especificidades, imagine nos outros lugares do mundo. Por esse e outros motivos que esse mundão afora é lindo!

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

Mas e aí, qual é o seu grau de curiosidade em relação à comida típica?

Até hoje não sei bem qual é o meu grau…rsrs
Só sei que amo comer! E, se não tiver leite e a cara for razoável, eu arrisco!

Eu sempre acho que experiências novas são muito bem vindas, desde que tenhamos uma certa cautela para não termos nenhum efeito colateral, principalmente quando o assunto é comida.

A resistência de cada corpo é única. Por exemplo, existem pessoas que podem comer toneladas de gordura e não passar mal. Já outras, comem uma fritura qualquer e já têm alguma reação estranha. Por isso, é importante que tenhamos pleno conhecimento do nosso próprio corpo, como ele reage a diferentes alimentos e situações emocionais. O auto conhecimento nos ajuda em todos os setores da vida.

Se você ainda não se percebe tanto, aconselho a não se aventurar drasticamente nas comidas que são muito diferentes das que você costuma comer, porque comer alimentos que não se tem costume e que são muito diferentes do habitual podem te causar uma série de imprevistos que não serão bem vindos em sua viagem, como: gastrite, náuseas, infecção alimentar, dor de barriga e por aí vai. Não vai querer ter um dia a menos da sua viagem para ficar de rei no banheiro do hotel, vai? Mas é claro que isso não impede de experimentar uma coisa ou outra!

Dica: caso queira internet ilimitada em sua viagem internacional, recomendo o chip da Easysim4u, de cobertura 4G ilimitada e excelente. Você pode comprar o seu chip por aquidepois, é só inserir no celular e começar a usar como quiser!

(péssima) Experiência pessoal:

Eu, por exemplo, quando foi à Bolívia, tive uma experiência muito ruim com as comidas típicas. A higiene não era das melhores, tudo era muito gorduroso e eu ainda não tinha pleno conhecimento da minha intolerância à lactose. Resumindo: emagreci 6kg em 35 dias de viagem e passei muito mal durante alguns deles. Mas aí você pensa: ah, também.. a Bolívia.. se for em um país mais desenvolvimento não terá isso. Bom……

ORGANIZANDO SUA VIAGEM

Então veja essa: quando fui para a Grécia eu já entendia a minha intolerância ao leite e, antes de comer qualquer coisa, eu perguntava se tinha ou não ingrediente à base de lactose. O problema é que muitos não compreendem a intolerância, além de que a maioria dos alimentos locais eram feitos com leite.

Infelizmente, fiquei restrita às comidas tradicionais e quase não pude me deliciar com a comida local. É uma questão de escolha. É claro que eu poderia comer aquele delicioso moussaka. E aquele queijo feta ?! Hum… Mas sabia que no dia seguinte eu estaria realmente mal.

Mas ainda assim, nos deparamos com imprevistos, e nessa viagem não foi diferente. Comi alguma coisa com leite, sem saber, claro, e tive um dia complicadíssimo! Conhecendo a Acrópole de Atenas, fiz praticamente uma maratona nas ruínas. A cada vinte minutos de caminhada eu ia correndo para o banheiro. Subia tudo novamente e mais uma vez, descia correndo. Pense… na verdade nem pense… foi durooo!

Para esses e outros casos, principalmente quando viaja para lugares com comidas típicas bem exóticas, aconselho viajar com aqueles remédios que atuam no equilíbrio da flora intestinal, evitando diarreias ou qualquer enjoo indesejável. Tendo um desses no bolso, qualquer imprevisto pode ser controlado! Além disso, para ter respaldo com incidentes alimentares ou de qualquer outra natureza, contrate sempre seu seguro viagem. Ele te dará garantias de uma viagem tranquila, independentemente de ocorrer alguma emergência indesejada. Sempre faço o meu pela Seguros PromoClique aqui para fazer cotação e use o cupom LEVENAVIAGEM5 para ganhar 5% de desconto!

Se você não tem nenhum tipo de restrição, aproveite para degustar tudo o que desejar comer! Mas, se você busca viajar e manter a forma, ou pelo menos uma alimentação saudável, não deixe de ver esse post aqui!

No mais, libere-se e aventure-se em todos os sentidos!

E, se a comida regional for absurdamente gostosa, não deixe de comprar os temperos típicos e anotar as receitas para que, na volta ao Brasil, compartilhe as delícias gastronômicas que conheceu!

E você qual é o seu nível de curiosidade gastronômica com comida típica?

Conta aqui! ↓

*Confira outras dicas de Alimentação Saudável*


*Fique por dentro!*

Siga nosso Facebook e Instagram!

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVELBEM-ESTAR PELO MUNDOVIAGEM INTERNACIONAL
Comentários (2)
Adicionar Comentário